Skip to content

Balanço dos acessórios nos últimos tempos.

01.02.2012

 

Coleção Energia da Francesca Romana - Peças folheadas

Talvez eu esteja errada, mas acredito que depois de 2008 o conceito de acessórios mudou drásticamente.
Isso se deve a crise dos Estados Unidos, que fez com que a grande maioria repensasse o consumo de moda. Como eu disse aqui em 2011, foi essa crise que criou o conceito Hi-lo, um jeitinho de todos acharem chic misturar peças de departamento com roupas de marca.
Nos acessórios não foi diferente. Antes as bijouterias tinham como objetivo principal imitar jóias e vender por um preço bem baratinho. As bijux sem medo ser feliz eram “praianas”, feitas com bambu, penas e sementes.

Anel do Guerreiro - Peça em prata com diamantes

 

O que era chamado pejorativamente de semi-jóias, os conhecidos folheados, hoje são vendidas em grandes marcas com preços salgados, mesmo com os clientes cientes de que com o tempo as peças descascarão, elas não deixam de ser consumidas.
A prata ganhou a vez, antes também classificada como semi-jóias, agora as peças são confeccionadas até com diamantes.
Esse novo conceito abriu espaço para as Bijux que não têm medo de ser feliz.

Bijouteria Camila Klein no SPFW

Para provar, elas estão cada vez maiores, esmaltadas, cravejadas e vendidas como tal. Onde na década passada vimos bijourerias como desejo de consumo??? Agora usamos a bijouteria sem a pretensão de imitar nada, nem vergonha de ser “material barato”. Bom, também convenhamos que as novas bijux são timbradas, reconhecidas, ocupam espaço no cenário da moda.

 

Porém, além das crises, a escassez da matéria prima de jóias tornaram tudo diferente. Já era de se esperar todas essas mudanças, mas até os metais em geral aos poucos ficarão de lado. Não são as bijux praianas que estão usando materiais alternativos, são as jóias, e a tendência confirma isso. Ouro com couros e peles (mesmo que sintéticos), madeira, sementes ocupam as vitrines de joalherias. Cada vez mais vimos a natureza como principal referência, é um modo de utilizar matérias primas renováveis.

O jeito é aderir!! Os metais preciosos talvez fiquem para outros usos. Guardem os seus, quem sabe até invista como forma de rendimento… Pois enquanto as tendências mudam e as bijux ficam velhas, cafonas e feias, as jóias valorizam SEMPRE!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: